Os futuros de cobre operam em alta em Londres e Nova York, recuperando-se de um movimento de realização de lucros da semana passada e sustentados pelo desempenho positivo dos mercados acionários da Ásia nesta segunda-feira.

Por volta das 7h30 (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) subia 0,88%, a US$ 6.545,00 por tonelada.

Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para entrega em dezembro avançava 0,76%, a US$ 2,9715 por libra-peso, às 7h58 (de Brasília).

Na última semana, o cobre da LME chegou a ser negociado por menos de US$ 6.500,00 por tonelada, pressionado por realização de lucros após meses de forte valorização e em reação a indicadores econômicos fracos da China e dos EUA.

Segundo o Commerzbank, os preços baixos do metal estão atraindo demanda nesta manhã. Além disso, as bolsas da China e de outras partes da região asiática fecharam em alta no primeiro pregão da semana, à espera da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), na quarta-feira (20).

Investidores dos mercados de metais básicos também ficarão atentos à decisão do Fed. Embora não haja expectativa de que ajuste juros nesta semana, o Fed poderá dar início à redução de seu gigantesco balanço patrimonial.

Entre outros metais na LME, os ganhos eram quase generalizados: o zinco subia 1,47% no horário indicado acima, a US$ 3.078,00 por tonelada; o alumínio tinha ligeira alta de 0,07%, a US$ 2.091,00 por tonelada; o estanho aumentava 0,63%, a US$ 20.685,00 por tonelada; o níquel se mantinha estável, a US$ 11.125,00 por tonelada; e o chumbo apresentava valorização de 0,87%, a US$ 2.387,00 por tonelada. Fonte: Dow Jones Newswires.

The post Cobre se recupera, na esteira de fechamento positivo de bolsas asiáticas appeared first on ISTOÉ DINHEIRO.