Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador

0
43

Kate tinha apenas 17 anos quando foi diagnosticada com esquizofrenia, e essa é uma notícia que poderia facilmente devastar a maioria das pessoas. Porém, Kate encarou de uma maneira diferente.

Em vez de se abalar, ela uniu seu problema à arte, desenhando suas alucinações no papel. “Eu sempre fui uma artista, e simplesmente não percebi o que isso significava até que minha doença apareceu”, afirma a jovem.

Esta é Kate, uma jovem de 18 anos diagnosticada com esquizofrenia

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador

Ela descobriu o problema aos 17 anos, mas resolveu lidar com isso fazendo desenhos de suas alucinações

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador
O messias

“Tenho alucinações com insetos frequentemente e minha depressão várias vezes me faz sentir como se eu fosse sem valor, como uma mosca. Faço desenhos para relatar essa parte da doença também”, afirma.

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador
Oh, eu espero que você sufoque na fumaça do seu cigarro.

Insetos aparecem em muitas das alucinações de Kate

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador
Põe fogo em tudo.

“Nas minhas alucinações, ouço vozes, efeitos sonoros, ruídos aleatórios, e muitas vezes vejo bichos, rostos e olhos separados”

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador
Alucinação: uma experiência envolvendo a percepção de algo não presente.

Apesar de perturbadores, os desenhos ajudam Kate a lidar com a esquizofrenia, uma doença mental caracterizada principalmente por alucinações, delírios, alterações do pensamento, e incapacidade de distinguir o que é ou não real

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador
Talvez, se eu roubar a beleza dela eu tenha a minha própria.

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador

“Organização, comunicação, paranoia, depressão, ansiedade e gestão de minhas emoções são as maiores lutas para mim”, relata Kate.

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador

“Eu desprezo o termo ‘doente mental’. Isso implica que quem eu sou como pessoa é fundamentalmente corrompido e quebrado. Infelizmente, assim que eu digo às pessoas o que eu tenho, sinto que isso é tudo o que elas veem. Elas enxergam o estigma perpetuado pela mídia e os estereótipos imprecisos retratados em Hollywood. É por isso que eu sou tão aberta sobre o que eu vivo”, afirma.

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador

Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador

Fonte: Demilked

O post Ela descobriu que tinha esquizofrenia e resolveu desenhar suas alucinações – e é perturbador apareceu primeiro em Tudo Interessante.