EUA pedem que Irã liberte americanos detidos após nova condenação

0
16

O governo dos Estados Unidos pediu hoje (16) ao Irã que liberte todos os cidadãos americanos “detidos injustamente” no país asiático, depois que veio à tona a notícia da condenação a 10 anos de prisão por crime de espionagem imposta a um cidadão norte-americano.

“O regime iraniano continua detendo cidadãos americanos e outros estrangeiros com acusações fabricadas relacionadas com a segurança nacional”, comentou em uma declaração enviada à agência de notícias EFE, e sob a condição de anonimato, um funcionário do Departamento de Estado dos EUA.

Além disso, o funcionário exigiu a libertação “imediata de todos os cidadãos americanos detidos injustamente no Irã”.

“Todos os cidadãos dos Estados Unidos, especialmente os de dupla nacionalidade, que estejam pensando em viajar ao Irã deveriam ler cuidadosamente o nosso último alerta de viagem”, concluiu a fonte.

Segundo vários veículos da imprensa norte-americana, um cidadão do país, cuja identidade e gênero não foram divulgados, foi sentenciado neste domingo a 10 anos de prisão no Irã por “se infiltrar” no país e “solicitar informações”.

Em outubro do ano passado, dois americanos, Siamak Namazi e seu pai, Baquer Namazi, que também têm nacionalidade iraniana, foram condenados no país asiático e, desde então, os EUA exigem sua libertação.

Além disso, depois que em março completaram dez anos sem que houvesse notícias do paradeiro de Robert Levinson, um ex-agente do FBI (a polícia federal investigativa dos EUA) desaparecido no Irã em 2007, o governo americano pediu à república islâmica que cumpra com seu compromisso de cooperar em sua busca.

Em janeiro de 2016, as autoridades iranianas libertaram o jornalista do The Washington Post, Jason Rezaian, e outros três cidadãos irano-americanos em troca da retirada de acusações contra sete iranianos por parte dos Estados Unidos.

The post EUA pedem que Irã liberte americanos detidos após nova condenação appeared first on ISTOÉ DINHEIRO.