Joesley percebeu que Renan e Jucá se afastaram com possibilidade de delação

0
23

 

O empresário Joesley Batista, do grupo J&F, percebeu um afastamento dos senadores Renan Calheiros e Romero Jucá, ambos do PMDB, quando foram veiculadas as primeiras notícias de que ele estava negociando uma delação premiada com o Procurador-Geral da República. Um dos interlocutores de Joesley com integrantes do partido era feito pelo advogado Willer Tomaz, preso pela Polícia Federal. Tomaz fez contato reclamando das tratativas para uma eventual colaboração. O empresário negou que estivesse conversando com o Ministério Público, o que fez o contato com caciques peemedebistas ser restabelecido.

>> "Tamu juntu", disse Joesley a Temer.