Kassab usa empresa de sua família para receber propina da J&F

0
25

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O ministro das Comunicações, Gilberto Kassab (PSD/SP), utilizou uma empresa de sua família, a Yape Assessoria e Consultoria, para receber propina da J&F. O empresário Wesley Batista disse ao Ministério Público Federal (MPF) que pagou R$ 350 mil a uma empresa de caminhões de Kassab, que tinha contrato com o frigorífico Bertin, mais tarde incorporado à JBS. Os contratos entre a frota da empresa da família de Kassab e a Bertin continuaram após a incorporação, mas foi acrescida uma “parcela de sobrepreço” mensal no valor referido. Os recursos foram pagos com notas fiscais emitidas pela Yape.

Kassab foi sócio da Yape Assessoria e Consultoria entre 1994 e 2014.

>> Temer queria controlar propina para PMDB do Senado, diz delator