Leitura obrigatória: denúncia contra Temer será lida em agosto

0
18

Apenas 14 deputados estavam presentes na abertura da sessão e como o  o Congresso Nacional entrará em recesso a partir desta terça-feira, agora a leitura só poderá ser a partir de 1º de agosto, quando os parlamentares retomam as atividades legislativas. A votação do parecer está marcada para dia 2 de Agosto.

Eike Batista depõe sobre Cunha e Funaro

O empresário Eike Batista negou nesta segunda (17) ter pago propina para obter recursos do FI-FGTSpara a LLX, empresa que criou para investir no Porto do Açu, na região norte-fluminense.

Eike depôs na Justiça Federal como testemunha do corretor de valores Lúcio Funaro. Os dois foram citados em delação premiada do empresário Alexandre Margotto, segundo quem Eike teria pago a Funaro e ao ex-deputado Eduardo Cunha para a liberação dos recursos.

Perguntado sobre estar negociando um acordo de delação o empresário não respondeu.

Michel Temer

Com a vitória na CCJ e na reforma Trabalhista, noticiou-se que Temer estaria negociando mudanças nos ministérios, aproveitando o recesso do Congresso que retorna na semana da votação da denúncia contra o presidente. No entanto, as mudanças não afetariam os ministros do PSDB de quem Temer depende para garantir mais vitórias nas votações futuras.

Rodrigo Janot

O procurador-geral da República, Rodrigi janot, durante evento em que palestrou sobre o sistema de delação premiada, negou ter pressa em apresentar novas denúncias contra o presidente Michel Temer. Segundo Janot, se até o dia do fim de seu mandato como procurador alguma denúncia estiver madura o suficiente, será apresentada. E disse estar tranquilo com o fato de que a denúncia de corrupção passiva possa ser barrada no Congresso em agosto.  

Com informações da Folha, Estadão, Fola, O Globo e Globo News.

O post Leitura obrigatória: denúncia contra Temer será lida em agosto apareceu primeiro em Política Brasileira.