Líder controverso, Fidel Castro já apareceu em diversos jogos de videogame

0
47

Líder histórico da Revolução Cubana, Fidel Castro morreu nesta última sexta-feira (25), aos 90 anos, deixando um legado tão marcante que inclui até mesmo aparecer em jogos de videogame, em especial os de tiro.

A estreia dele como personagem se deu em “Guerrilla War”, que foi lançado em 1987 para o NES. Desenvolvido pela SNK, o game estreou naquelas famosas máquinas de fliperama de bairro, assim como “Space Invaders”.

Leia mais:
Novo videogame da Nintendo, Switch é mistura de console e portátil
Game ‘Fifa 17’ chega às lojas e rivaliza com ‘PES 2017’

Na história, o jogador pode liderar dois comandos rebeldes “não identificados”, embora na versão japonesa esses comandos sejam de fato denominados de Che Guevara e de Fidel Castro. A missão deles é libertar uma ilha do Caribe das mãos de um tirano ditador  (alguma semelhança?) e enfrentar um grande número de soldados para resgatar reféns.

Em 2010, a fama de durão deu a Fidel um papel em “Call of Duty: Black Ops”, título de sucesso da Activision lançado para PS3, Xbox 360, PC, Wii e Nintendo DS. Ele surge inicialmente na Operação 40, quando Frank Woods, Alex Mason e Joseph Bowman são enviados para lhe matar, mas a missão falha.

No modo campanha, Fidel também é o inimigo, mas no mapa número cinco do modo zumbi o ex-líder revolucionário aparece como herói ao lado de personagens como Robert McNamara e os presidentes John F. Kennedy e Richard Nixon.

Outras aparições
Em “The Godfather II”, de 2009, que foi lançado pela EA para PS3, Xbox 360 e PC, o protagonista Dominic é convencido por Hyman Roth e Michael Corleone a viajar para Cuba para tirar o presidente do poder, no caso, Fidel Castro. O objetivo do jogador é realizar essa árdua tarefa.

Em “Gesta Final”, jogo desenvolvido na própria Cuba em 2013, são revividos os episódios mais importantes da Revolução Cubana, de 1956 a 1959. Na história, o gamer pode escolher ser  Che Guevara ou Fidel Castro, entre outras figuras históricas da época.

Disponível apenas para computador, o título teve como como slogan a seguinte frase: “jogo cubano, baseado em fatos reais”.

Além desses títulos, Fidel também apareceu na saga “Tropico”, uma das mais conhecidas do gênero de construção e gestão, na mesma linha de “SimCity”. Criado pela PopTop Software, o game coloca o jogador para viver a história  de um presidente de uma ilha do Caribe que precisa decidir se vai comandar uma democracia ou uma ditadura. Pode-se escolher jogar com Fidel, Eva Perón ou Guevara, ou ainda criar um avatar próprio.

A entrada Líder controverso, Fidel Castro já apareceu em diversos jogos de videogame aparece primeiro em Cultura & Diversão.