Temer mandou entregar R$ 1 milhão a coronel da PM, diz delator

0
15

O lobista da J&F Ricardo Saud disse aos procuradores da República que o presidente Michel Temer pediu pessoalmente a ele que R$ 1 milhão fossem entregues ao coronel da PM João Batista Lima Filho, amigo do presidente e conhecido como coronel Batista. De acordo com o delator, quem transportou os valores foi Florisvaldo Caetano de Oliveira. No endereço de entrega, funciona a Argeplan Arquitetura e Engenharia, investigada no braço da Lava Jato que apura irregularidades envolvendo Angra 3. “Isso me chamou a atenção porque eu já vi o cara pegar dinheiro para a campanha e gastar na campanha. Agora, o cara pegar dinheiro para a campanha, ganhar um dinheiro do PT e guardar no bolso dele. Só Temer e o Kassab fizeram isso”, disse o delator. Saud afirmou que o dinheiro entregue ao coronel Batista foi descontado dos R$ 15 milhões que o PT enviou a Temer para serem gastos na campanha de 2014.

O representante da J&F disse que Temer destinou ainda R$ 9 milhões ao PMDB Nacional, R$ 3 milhões a Eduardo Cunha e R$ 2 milhões a Paulo Skaf, para que o candidato ao governo de São Paulo quitasse débitos com o marqueteiro Duda Mendonça.

>> “Sempre foi Dilma e Temer”, diz delator sobre dinheiro nas eleições

>> Temer queria controlar propina para PMDB do Senado, diz delator

>> Kassab usa empresa de sua família para receber propina da J&F