Personagem: Gaguinho (Looney Tunes/Warner)

Nome original: Porky Pig

Significado: Porco Gordinho. Mas há um trocadilho sofisticado aí. “Porky” é uma gíria para “gordinho”, numa referência a carne de porco (pork). Em inglês, é comum que o animal tenha um nome e a comida feita a partir dele, outro – igual acontece com “boi” e “bife” em português. Então temos “hen” (galinha) e “chicken” (carne de galinha); “lamb” (carneiro) e “mutton” (carne de carneiro); “pig” (porco) e “pork “(carne de porco). A expressão “Porky Pig”, então, brinca com essa característica da língua, ao mesmo tempo em que serve para fazer referência à adiposidade do porquinho gago.  

Mais: “Looney Tunes”, o nome original da “Turma do Pernalonga”, também é uma expressão que rende. “Tunes” é “músicas” (igual em “iTunes”). E a raiz de “looney” é a mesma de “lunático”, no sentido mental da palavra. Temos, então, que “looney tunes” significa “músicas doidas”. 

Motivo: nos anos 1940, quando não havia aparelhos de TV e os desenhos passavam nos cinemas, as animações ficavam em segundo plano. Eram vistas mais como um acompanhamento para a música. Com o tempo, os personagens animados ganhariam o protagonismo, e a música é que passaria a ser vista como acompanhamento. Mas o nome “looney tunes” ficou. 

A ideia nem era original. A série de filmes Looney Tunes foi uma resposta dos estúdios da Warner a um produto criado por Walt Disney em 1929 – a série Silly Symphonies (sinfonias doidas), que tinha o mesmo propósito: tocar músicas insanas acompanhadas por personagens amalucados. “Silly”, aliás, era uma palavra para designar fraqueza física. Depois ela evolui para o sentido de “cabeça fraca”, e consolidou-se como sinônimo de “insano”. 

“Looney”, “Silly”… Por essas, os dois principais membros dos Looney Tunes ganharam nomes que também remetem à insanidade. A ver:

 

Personagem: Pernalonga (Looney Tunes/Warner)

Nome original: Bugs Bunny

Significado: Coelhinho Doido. “Bugs” é a contração” de “bugsy”, que quer dizer “doidinho”. Tudo vem de “bug” (inseto). É como dizer que o sujeito “tem insetos na cabeça”, ou que tem o cérebro “bichado”. Por motivos óbvios, o adjetivo virou apelido de gângsteres notórios do início do século 20 (Bugsy Sigel, Bugs Malone) – no mundo do crime, afinal, quanto mais psicopata você é, melhor para a sua carreira. 

 

Personagem: Patolino (Looney Tunes/Warner)

Nome original: Daffy Duck

Significado: “Pato Doido”. Sim. Patolino e Pernalonga têm basicamente o mesmo nome no original, pelo menos no que remete ao significado. “Daffy” é uma derivação de “daft”, que também significa “maluco”, “doido”, “pirado”. “Daft” provavelmente é a contração do germânico antigo gedafen. Gedafen significa “correto”. Por volta do ano 1200, a contração “daft” tinha exatamente esse significado. Um século depois, porém, já tinha ganhado o significado oposto – “desajustado”, “doidão”. Por que? Ninguém sabe. Trata-se de mais um entre tantos mistérios etimológicos. 

 

Personagem: Scooby-Doo (Hanna-Barbera)

Nome original: Scooby-Doo mesmo, claro

Significado: XXXXXXXXXxxxxx

 

Personagem: Scooby-Loo (Hanna-Barbera)

Nome original: Scrappy-Doo

Significado: “Scrap” é “pedacinho”. E “scrappy” é o diminutivo disso. É o que dá o caráter infantil para o nome do sobrinho do Scooby-Doo. Em tese, nem faz muito sentido esse personagem estar aqui, já que a palavra “scrap” não tem uma história por trás . Mas fica como uma homenagem aos tradutores. A referência a “bilu-bilu” no nome brasileiro remete à ideia de bebê de forma bem mais fofa que o original.

 

Personagem: Tutubarão (Hanna-Barbera)

Nome original: Jabber Jaw

Significado: Tubarão Tagarela. Não há como cravar, mas “jabber” (uma palavra para o ato de falar rápido) pode ser uma onomatopeia representando os sons sem significado que a gente ouve quando o interlocutor está falando depressa demais. Esse seria o mesmo caso da palavra “gibber”, irmã de “jabber”, e que significa “falar de forma desarticulada”.  

 

Desenho: Corrida Maluca

Nome original: Wacky Races

Significado: o mesmo – fora o fato de que o “races” da versão original está no plural. O destaque aqui vai para o centésimo sinônimo de “maluco” que aparece neste texto. A etimologia de “Wacky” é interessante. Vem de “whack”, que é “bater”. Um “Wacky” seria alguém que toma tapas na cabeça o tempo todo por conta da burrice – um referência direta a bullying. O sinificado original, que era “burro” mesmo, evoluiu para “maluco” entre os séculos 19 e 20.

 

Alguns nomes de pilotos da Corrida Maluca também valem um exame mais atento:

 

Personagem: Barão Vermelho

Nome original: Red Max

Significado: É uma combinação entre Red Baron, o aviador alemão da Primeira Guerra Mundial, com “Blue Max”, o nome americanizado de uma condecoração militar alemã. Curiosidade: a tal condecoração, que se trata de uma cruz azul para o herói militar usar no pescoço, é alemã, mas tem nome francês: Pour le Mérite – já que a língua franca da Europa antes do século 20 era o francês (daí o nome “língua franca”, você sabe).

 

Personagem: Professor Aéreo

Nome original: Prof. Pat Pending

Significado: “Pat Pending” é uma brincadeira com a expressão “patente pendente”. O Professor Aéreo é um inventor. E inventores vivem de registrar patentes, que ficam pendentes até que os órgãos reguladores entendam que a tal invenção é mesmo uma ideia original, sobre a qual o criador poderá cobrar royalties. Taí um trocadilho sofisticado.

 

Personagem: Tio Tomás e Chorão

Nome original: Lazy Luke e Blubber Bear

Significado: “Lucas Prequiçoso e Urso Gordo”. O “Tio Tomás” vem do livro “A Cabana do Pai Tomás”, que foi adaptado no Brasil na forma de novela da Globo, nos anos 1970. O nome original da obra, sobre a vida dos escravos nos EUA e escrita em 1852 pela abolicionista Harriet Beecher Stowe, é “Uncle Tom’s Cabin” (“Cabana do Tio Tomás”, portanto). Os responsáveis pela adaptação da Corrida Maluca preferiram o “tio” da versão original ao “pai” da tradução tradicional.  

https://www.youtube.com/watch?v=qwmoZTljVN0

 

Deixe uma resposta