O CANAL – No O Canal você confere tudo sobre audiência da TV, famosos, resumos de novelas, música, cinema & séries e notícias da TV.

Voz de Bibi Ferreira encantou várias gerações de admiradores. (Foto: reprodução)

Aos 96 anos, morreu Bibi Ferreira, uma das mais relevantes figuras da arte brasileira. A despedida da diva do teatro musical imediatamente mobilizou a televisão e a internet. A TV Globo abriu um boletim apresentado por Sandra Annenberg às 14h53, no intervalo da Sessão da Tarde. Na GloboNews, o Estúdio i ouviu amigos de Bibi por telefone e a Edição das 16h exibiu ao vivo a entrevista coletiva da filha da artista.

Nas redes sociais, personalidades de todas as áreas deixaram suas mensagens de luto por mais essa perda que entristece o país. O próprio perfil da Globo resumiu Bibi: “que mulher!”. E até mesmo o plenário da Câmara dos Deputados fez um minuto de silêncio em reverência.

 

View this post on Instagram

 

Ô meu Deus! Que dia triste para o Brasil! Brilhe sempre, Estrela Bibi💋✨

A post shared by Elza Soares (@elzasoaresoficial) on

 

View this post on Instagram

 

A genial Bibi Ferreira saiu de cena hoje, para brilhar no palco da eternidade! Ela é o símbolo da profissão do artista. Em momentos como esse que vivemos, onde as pessoas são manipuladas pela categoria menos confiável que há (políticos), para atacarem uma das profissões mais antigas do mundo, um exemplo como Bibi é antídoto poderoso contra toda essa ladainha. Uma mulher que trabalhou até os 95 anos, que lutou por sua classe, pela cultura e também pela dignidade das mulheres, deixa para todos nós o legado da sua existência. Lá em casa, sempre tivemos amor por Bibi. Papai foi da companhia de Procópio Ferreira e chegou a morar com ele e a filha Bibi. “Monólogo das Mãos”, maior sucesso de papai, ele aprendeu na coxia, assistindo Procópio todos os dias. Quando o mestre se adoentou, papai se ofereceu para fazê-lo e Bibi ficou encantada com sua performance. Acabou virando o cavalo de batalha do Seu Lucio e até hoje, por onde quer que seja lembrado, logo é entoado a clássica introdução: “Para que servem as mãos?”. Que bom que deu tempo de Bibi assistir à sua biografia no teatro, sendo magistralmente representada pela talentosíssima Amanda Costa, numa atuação premiada, com toda a justiça. Obrigado Bibi. Por seu talento e pela sua luta na regulamentação da profissão do artista. O céu vai brilhar como nunca! Descanse em paz! 👑🎭🙏🏼🌹✨

A post shared by Lucio Mauro Filho (@luciomaurofilhooficial) on

O post Artistas lamentam a morte de Bibi Ferreira; plenário da Câmara faz minuto de silêncio apareceu primeiro em O CANAL.

Deixe uma resposta