Nome do PSol para a presidência da República, Guilherme Boulos afirmou durante o debate da TV Band que, entre os candidatos, há “50 tons de (Michel) Temer”. O ataque veio durante pergunta a Henrique Meirelles, do MDB e escolhido pelo presidente da República.

“Aqui tem 50 tons de temer. Você é o candidato dos bancos, Meirelles. Nossa candidatura é dos trabalhadores, das pessoas preocupadas com os trabalhadores. Sou candidato do emprego e do crescimento econômico”, disparou Boulos.

Boulos disse que Meirelles é o “maior exemplo de uma coisa chamada porta giratória”. “Saiu do Bank of Boston para o Banco Central. Saiu da JBS, do Joesley Batista, e foi para o governo. É a raposa cuidando do galinheiro”, prosseguiu. Ainda de acordo com presidenciável do PSol, a candidatura de Meirelles está comprometida. “Quando chegar lá vai atender quem pagou a conta e não quem votou. Nossa campanha é financiada por quem acredita nela e não por banqueiros, como a sua”, finalizou.

Meirelles rebateu: “O candidato não tem informações básicas. Fui presidente de banco”. O candidato do MDB banca a própria campanha e não recebeu fundos de seu partido.

Além do nome do PSol ao Planalto e do emedebista, participam do debate Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede), Jair Bolsonaro (PSL) e Ciro Gomes (PDT).

 

Deixe uma resposta