Todo mundo já está careca de saber que muitos macacos (chimpanzés, gorilas, micos, orangotangos etc) usam ferramentas, e isso tá melhor que 70% das pessoas que eu conheço, aqueles neandertais toscos que não sabem nem usar coisas simples, como um martelo ou uma CNC. O que não se sabia até agora é que até mesmo chimpanzés em cativeiro podem descobrir com sucesso como usar ferramentas para escavar alimentos subterrâneos, mesmo que nunca tenham sido apresentados a um cenário como este, já que eles recebem alimentos de tratadores, e como não estão largadões, não aprenderam a técnica com ninguém. Quero ver você aprender a usar uma CNC do nada, sem tutorial do YouTube.

A drª Adriana Hernandez-Aguilar é antropóloga evolucionária e pesquisadora do Centro de Síntese Ecológica e Evolucionária da Faculdade de Matemática e Ciências Naturais da Universidade de Oslo. Sua pesquisa enfoca a ecologia comportamental dos chimpanzés que vivem em um dos habitats mais secos, mais abertos e sazonais da espécie: Ugalla, na Tanzânia.

Na recente pesquisa de Aguilar, o uso de ferramentas e sua seleção por chimpanzés cativos é estudado a fim de entender melhor como o comportamento de escavação de alimentos pode ter se desenvolvido. Ela e seus colaboradores monitoraram uma colônia de dez chimpanzés que vivem em um recinto no zoológico de Kristiansand, na Noruega.

Oito desses chimpanzés nasceram em cativeiro e nenhum deles já havia realizado escavações. Os pesquisadores cavaram cinco pequenos buracos e colocaram frutos inteiros em cada um, inicialmente deixando os buracos abertos para alertar os chimpanzés para a fruta e, mais tarde, preenchendo cada buraco com terra. Inicialmente, foram dadas ferramentas de casca de árvore já prontas; em um segundo experimento, a macacada não recebeu ferramentas prontas para escavação.

Nove dos dez chimpanzés escavaram com sucesso frutas enterradas pelo menos uma vez, com oito chimpanzés escolhendo usar ferramentas ao invés de suas próprias mãos para fazê-lo. Quando os chimpanzés não receberam ferramentas prontas, eles trataram de arrumar as suas próprias ferramentas na vegetação da ilha.

Aguilar e seu pessoal ainda observaram os chimpanzés reutilizando ferramentas específicas, bem como escolhendo ferramentas longas em detrimento de ferramentas mais curtas para as escavações, bem como viram seis tipos diferentes de comportamentos de escavação, com os chimpanzés revezando-se para escavar um buraco e até compartilhar o fruto, uma vez extraído.

Uso de ferramentas não é uma característica humana, apenas. É intrínseca a muitos animais. Grandes primatas fazem ferramentas e elas os ajudam dando-lhes uma vantagem adaptativa melhor na corrida evolutiva, já que os mais espertos trabalham em grupo e com mais eficiência, garantindo que a espécie não desapareça, para depois conquistar o mundo. 

Exceto um prego como você, que não sabe usar um martelo.

A pesquisa foi publicada no Plos One.

Deixe uma resposta