Dizem que todo brasileiro no fundo é também um técnico da seleção brasileira. Não existe unanimidade, sempre haverá uma crítica em relação a um ou mais jogadores convocados pelo treinador oficial, ou reclamações sobre jogadores que, mesmo considerados craques, não tenham seu nome relacionado para disputar um mundial.

Mas isso não é uma exclusividade do Brasil. É assim com toda seleção de futebol profissional. Afinal, a ausência de um jogador por motivos diversos como a lesão sofrida por Romero, ou por escolha do técnico. De qualquer forma, a ausência pode influenciar bastante nas chances de uma equipe conseguir a vitória.

Os próprios sites de apostas acabam mudando as probabilidades de vitória das seleções em virtude de algum jogador ser relacionado ou não para entrar em campo. Os apostadores mais experientes também estão de olho na lista de convocados, afinal, toda informação pode ajudar a dar um palpite certeiro e faturar uma grana nos sites de apostas mais confiáveis.

Todas as seleções participantes da Copa do Mundo 2018, a ser disputada em solo russo, já apresentaram a relação de jogadores convocados. Há nomes que eram óbvios, mas algumas ausências importantes foram notadas.

1. Luan

A estrela do Grêmio Foot-ball Porto Alegrense não está relacionado entre os 23 atletas convocados por tite para defender o escudo da seleção brasileira.

Integrante do elenco campeão da Taça Libertadores na temporada 2017 e considerado o melhor jogador da competição, o jovem craque não poderá fazer seus gols nesta Copa.

2. Mario Goetze

O jovem alemão já tem seu nome gravado na história do futebol mundial. Ele foi responsável por marcar o título que daria à Alemanha o título mundial na Copa do Mundo de 2014, em um jogo disputado contra a Argentina no histórico Maracanã.

Goetze, foi diagnosticado em 2017 com uma doença rara chamada Miopatia metabólica. Teve que se afastar dos campos por um período para se tratar, mas não conseguiu retornar ao mesmo nível de rendimento.

3. Ibrahimovic

Carinhosamente chamado “Ibra” pelos seus fãs, o icônico e também lendário atacante Sueco de 36 anos não disputará outra edição da Copa do Mundo. Zlatan Ibrahimovic anunciou em 2016, logo após a Eurocopa, a decisão de não vestir mais a camisa amarela de sua seleção.

Desde esse anúncio, houve muita polêmica em torno da possível retorno do craque à seleção. Inclusive, o jogador veterano afirmou que isso só dependeria de sua vontade. “Se quiser estou lá. Se não quiser, não estou” afirmou o jogador às vésperas da convocação.

Porém, a posição do técnico Janne Anderson que assumiu o posto de treinador em 2016, foi dar prioridade ao elenco que atuou na campanha das Eliminatórias. Atualmente integra a equipe do L.A. Galaxy nos Estados Unidos

4. Paolo Guerrero

Um dos principais jogadores da seleção peruana acompanhará o mundial fora das quatro linhas. Habilidoso jogador de frente, o craque é bastante conhecido pelos fãs de futebol brasileiro. Em 2012, marcou o gol do título mundial do Corinthians na final contra o Chelsea. Foi um jogador bastante decisivo naquela temporada. Atualmente defende a camisa do Flamengo, time que possui a maior torcida no Brasil.

Guerrero foi punido pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) com uma suspensão de 14 meses. No final do ano passado, o atleta foi flagrado após um exame antidoping acusar substância proibida no organismo do atacante após uma partida das Eliminatórias Sul-Americanas.

Em reunião com duração aproximada de uma hora e meia, Gianni Infantini – Presidente da FIFA – negou o pedido do jogador Peruano para reverter a decisão e jogar o mundial. O jogador ainda poderá recorrer ao Superior Tribunal Federal da Suíça para reavaliar o caso. A última participação do Peru em Copas do Mundo foi há 36 anos.