Quando o ídolo morre faz-se tremendo estardalhaço. Anos depois ele cai no esquecimento, e o caso não é diferente com José Eli de Miranda, o Zito, volante bicampeão brasileiro pela Seleção e de mundial de clubes no Santos, onde também atuou como supervisor e diretor. Dia 14 de junho passado foram completados dois anos da...

O post Dois anos sem o volante Zito, do Santos apareceu primeiro em Futebol na Veia.