Flagrada arrastando um aluno autista de 3 anos pelos corredores de uma escola, uma professora americana foi demitida. O caso aconteceu em outubro do ano passado, mas a demissão só foi anunciada no dia 7 de janeiro.

A mãe de Alan Jackson, Angel Nelson, afirmou à rede CNN que o filho foi puxado após sofrer um ataque de raiva e que a professora disse ter tomado a atitude controversa para impedi-lo de se machucar.

O caso, que aconteceu na Wurtland Elementary School, no estado de Kentucky, foi divulgado nas redes sociais por Nelson. “Meu filho merece justiça. Todas as escolas devem dar mais treinamento para professores lidarem com crianças com deficiências e aprenderem o protocolo apropriado para conter e redirecionar, se necessário. Deveria haver mais leis em vigor para [proteger] qualquer criança, como meu filho que é agredido por adultos nos quais confiamos para cuidar deles”, desabafou a mãe.

De acordo com Angel, não houve registro de como a agressão começou porque a câmera interna da sala estava virada para a parede. Porém, as dos corredores registraram os momentos seguintes. Ela afirma que o filho mudou de escola, mas ainda teme quando alguém tenta segurar suas mãos.

Deixe uma resposta