O governador em exercício, Paco Britto, declarou na madrugada deste sábado (16/3), luto oficial de três dias no Distrito Federal, pelo falecimento do desembargador Flávio Renato Jaquet Rostirola, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

Ele estava internado no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, e não resistiu às complicações decorrentes de um tumor na cabeça. O desembargador morreu por volta das 21h desta sexta-feira (15), aos 67 anos. Nos últimos dois anos, ele vinha lutando contra a doença.

O governador Ibaneis Rocha, em viagem a Portugal, lamentou o falecimento do juiz, a quem ele chamou de “companheiro da vida”. “É com pesar que recebo essa notícia. Flávio foi mais que um companheiro da Ordem dos Advogados do Brasil, foi um companheiro de vida, de lutas. Toda minha admiração e respeito por essa pessoa que engrandeceu nossa profissão. Que Deus esteja com a família neste momento”, declarou.

Ao Metrópoles, o governador lembrou a convivência que eles tiveram na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

“Gostava muito dele. Fomos eleitos conselheiros na chapa que elegeu Estefania Viveiros para presidente da OAB e eu tive o prazer de votar no nome dele como indicado da oab à lista sêxtupla. Era um grande cidadão que Deus colheu ainda muito jovem. A advocacia, o TJDFT e Brasília perdem muito.”

Deixe uma resposta