A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou, por meio de nota, que o helicóptero que se acidentou na manhã desta segunda-feira (14/1) na Baía de Guanabara (RJ) reforçava o patrulhamento da Linha Vermelha, principal via de ligação entre a Baixada Fluminense e o centro da capital carioca. A aeronave Fênix 08 do Grupamento Aeromóvel (GAM) tinha quatro policiais militares a bordo.

De acordo com a PM, durante o sobrevoo à Linha Vermelha, houve necessidade de fazer um pouso forçado na água, nas proximidades das ilhas do Governador e do Fundão.

Segundo o Corpo de Bombeiros, um tripulante foi atendido por populares e não há informação sobre seu estado de saúde. Dos três que receberam atendimento de sua equipe de resgate, uma pessoa passou por procedimento de reanimação e foi encaminhada para um hospital. Os outros dois estão fora de risco.

A Polícia Militar informou que os tripulantes foram encaminhados para o Hospital Central da PM. A aeronave, de acordo com a corporação, estava com manutenção regularizada. O acidente será investigado pela Aeronáutica e pelo Centro de Criminalística da PM.

Deixe uma resposta