Um homem que chegou ferido ao Hospital Regional do Cariri (HRC), após o ataque a bancos que deixou 12 mortos no Ceará, morreu na tarde desta sexta-feira (7/12). A vítima foi atingida por uma arma de fogo e chegou ao local em estado grave. Ainda não identificaram se a vítima está na contagem divulgada pela Secretaria de Segurança, ou se seria a 13ª da ação. A informação é do jornal O Povo.

Segundo a assessoria de comunicação do HRC, como ainda não houve identificação da vítima, que foi levada à unidade hospitalar pela polícia, não se sabe se o homem estava entre os criminosos que praticaram os ataques.

O caso
Criminosos armados fizeram reféns ao tentar assaltar duas agências bancárias na cidade de Milagres, na região do Cariri, na madrugada desta sexta. Durante troca de tiros com a polícia, 12 pessoas morreram. A secretaria confirmou que entre as vítimas estão seis reféns, sendo duas crianças. Cinco mortos eram da mesma família. Dois homens foram presos.

A Polícia Rodoviária Federal informou que o grupo criminoso roubou um caminhão, usado para interditar a BR-116, no quilômetro 495, no trecho entre os municípios de Brejo Santo e Cariri. O objetivo seria atrasar as ações policiais. A via já foi completamente liberada.

Deixe uma resposta