O CANAL – No O Canal você confere tudo sobre audiência da TV, famosos, resumos de novelas, música, cinema & séries e notícias da TV.

Malvadas favoritas: Relembre o desfecho das vilãs de João Emanuel Carneiro. (Foto/Colagem: O Canal)

Malvadas favoritas: Relembre o desfecho das vilãs de João Emanuel Carneiro. (Foto/Colagem: O Canal)

Chegou ao fim na noite desta sexta-feira, 09, a novela Segundo Sol, exibida pela Rede Globo. Escrita por João Emanuel Carneiro, o folhetim se manteve com excelente audiência durante toda a sua exibição na Grande São Paulo. Em seu capítulo decisivo, o autor em morte e prisão para as vilãs principais da telenovela ambientada em Salvador, na Bahia.

Com um grande carisma, acidez e humor, as vilãs de Segundo Sol se deram mal no último capítulo da trama. Após sequestrar o bebê de Rosa (Letícia Colin), Karola (Deborah Secco) se escondeu na Ilha de Itaparica junto com Laureta (Adriana Esteves). Porém, ao se jogar na frente de uma bala para salvar seu filho de criação Valentim (Danilo Mesquita), ela morreu ao levar um tiro no peito de sua própria mãe.

Acusada de matar a filha e cometer outros crimes durante a novela, Laureta foi presa em flagrante pelos policiais e mandada para um presídio de Salvador. Anos depois, ao sair da cadeia, a cafetina entrou para a política e se candidatou ao cargo de Deputada. “Estou indo para Brasília, vou me candidatar a deputada. Eu vou ser uma mãe para esse povo tão sofrido”, disse ela em sua saída da ‘jaula’. Melhor que isso foi o slogan de sua campanha: “Laureta no poder, garantia de prazer”.

Além de Karola e Laureta, João Emanuel Carneiro criou outras vilãs memoráveis durante a sua carreira, capazes de atrair o amor e ódio entre o público ao mesmo tempo.

Relembre abaixo o desfecho das antagonistas das novelas do autor no horário nobre da Rede Globo:

Bárbara (Giovanna Antonelli) – Da Cor do Pecado:

Durante toda a novela Da Cor do Pecado, exibida no horário das sete pela Globo, a personagem Bárbara, de Giovanna Antonelli, passou a fazer tudo para conquistar o coração de Paco (Reynaldo Gianecchini). No último capítulo, ao perceber que não tem mais chance de conquistar seu amado, Bárbara só tem dois destinos, ou a MORTE ou a CADEIA. Antes de se suicidar, a loira revela ao galã que nunca quis a sua herança e que sempre o amou. Como prova de amor, ela se atira no penhasco.

Leona Pasquim (Carolina Dieckmann) – Cobras & Lagartos: 

Ambição, inveja e amor: a novela das sete, exibida em 2006, mostrou a loucura por dinheiro. Em seu capítulo de despedida, o público viu a vilã Leona Pasquim morrer queimada durante seu incêncido para pagar todas as maldades cometidas durante a trama.

Flora (Patrícia Pillar) – A Favorita:

O último capítulo da novela terminou com o final que muitos telespectadores desejavam para Flora (Patrícia Pillar). Após ameaçar Donatela (Claudia Raia), acertar um tiro em Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia), a vilã foi baleada por Lara (Mariana Ximenes), sua própria filha. Porém, o tiro não chegou a deixar ela gravemente ferida e a maldosa teve de se contentar em amargar novamente a prisão e ainda sofrer humilhações de Diva (Giulia Gam). A vilã termina a novela achando que é Donatela, sua principal rival.

Carminha (Adriana Esteves) – Avenida Brasil:

Adriana Esteves como Carminha. (Foto: Reprodução)

Adriana Esteves como Carminha. (Foto: Reprodução)

Nos últimos capítulos, Carminha (Adriana Esteves), a principal vilã de Avenida Brasil, assume o assassinato de Max, passa três anos presa e vira a “dama” do lixão. Além disso, Carminha se reconcilia com Jorginho (Cauã Reymond) e Nina (Débora Falabella), que lhe dão um neto, chamado Jorge Tufão Neto. Em uma das cenas mais emblemáticas do capítulo final, Nina e Carminha trocam pedidos de perdão e se abraçam. “Sempre juntas, esse é nosso destino caprichoso, né?”, diz Carminha, enquanto as duas lavam a louça juntas e preparam café no lixão.

Atena (Giovanna Antonelli) – A Regra do Jogo:

Atena ( Giovanna Antonelli )

Atena até que tentou defender o amado Romero (Alexandre Nero) e atirou em Zé Maria, mas o galã acabou morto, enquanto o pai de Juliano foi preso. Ainda arrasada com fim trágico do marido, a trambiqueira decidiu fugir com Ascânio (Tonico Pereira), levando toda a grana que Zé Maria conseguiu com o sequestro de Cesário (Johnny Massaro). Longe dali, na Itália, a golpista continuou ambiciosa e ostentando o dinheiro com seu fiel escudeiro Ascânio e ao lado de Romerinho, o filho que já esperava de Romero.

Leia também: Globo abre estudos para cancelar exibição de novelas aos sábados

 

O post Malvadas favoritas: Relembre o desfecho das vilãs de João Emanuel Carneiro apareceu primeiro em O CANAL.

Deixe uma resposta