Moro confirma Maurício Valeixo como novo diretor-geral da PF

O futuro ministro da Justiça, Sergio Moro, confirmou nesta terça-feira (20) que o atual superintendente da Polícia Federal no Paraná, Maurício Valeixo, 51, será o novo diretor-geral da corporação.

“Ele [Valeixo] tem a missão de fortalecer a Polícia Federal e que a Polícia Federal possa direcionar suas investigações principalmente com foco em corrupção e crime organizado. É um grande desafio, são problemas sérios, mas ele é uma pessoa plenamente capacitada”, afirmou o ex-juiz federal.

Valeixo já foi o número três da hierarquia geral do órgão, diretor da Dicor (Diretoria de Combate ao Crime Organizado), na gestão de Leandro Daiello, de 2015 a 2017.

Troca
Moro disse ter conversado com o atual diretor-geral da instituição, Rogerio Galloro, para relatar a sua decisão de trocar o comando da PF.​ “Conversei com o doutor Galloro, agradeci a ele pelos serviços prestados e pretendo convidá-lo a ajudar em alguma função no âmbito do Ministério da Justiça e da Segurança Pública. Ele não sai por demérito nenhum”, disse, sem especificar qual cargo poderá ser ocupado pelo atual chefe da polícia.

Marena
Em breve pronunciamento, também afirmou que a delegada da PF Érika Marena comandará o DRCI (Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional), subordinado ao Ministério da Justiça. O futuro ministro elogiou Marena, afirmando que ela assumirá uma área estratégica da pasta que ele pretende fortalecer. “Não há ninguém melhor do que ela”, disse. Segundo ele, a delegada “talvez seja a maior especialista no Brasil em cooperação jurídica internacional”.

Lava Jato
Os dois nomes anunciados por Moro atuaram com ele na condução da Lava Jato. “Eu seria um tolo se não aproveitasse pessoas que trabalharam comigo, especialmente no âmbito da Lava Jato porque já provaram integridade e eficiência.”

Deixe uma resposta