O procurador da República Carlos Bruno Ferreira da Silva resolveu instaurar um inquérito civil para apurar possíveis irregularidades envolvendo o pagamento de diárias no âmbito da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O autor da denúncia é mantido sob sigilo.

>> Mais notas na coluna EXPRESSO