A esposa do governador Luiz Fernando Pezão, Maria Lúcia Cautiero Horta Jardim, afirmou em entrevista ao jornal O Globo que estava “em choque” com a prisão do marido. “Ainda estou surpresa, em estado de choque com o que aconteceu. Colocaram o meu marido na condição de suspeito pelo fato de ele ter uma movimentação bancária muito modesta”, disse.

Ainda segundo a reportagem, a primeira-dama afirmou ter passado os últimos dias com advogados reunindo documentos para provar a inocência de Pezão: “Estou preparando uma documentação para provar que a acusação que estão fazendo contra ele não é verídica. Ele está sofrendo uma violência”.

Prisão
O governador foi preso pela Polícia Federal, na quinta-feira passada (29/11), no Palácio Laranjeiras, residência oficial do chefe do Executivo. Ele é alvo de uma operação baseada na delação premiada do economista Carlos Miranda, operador financeiro do ex-governador Sérgio Cabral.

Pezão é acusado de fazer parte de um esquema de corrupção batizado de “propinolândia”. No bojo da delação, Carlos Miranda disse que o político recebeu mesada de R$ 150 mil na época em que ele era vice do então governador Sérgio Cabral.

Deixe uma resposta