Investigadores da Coordenação Especial de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado, aos Crimes Contra a Administração Pública e aos Crimes Contra a Ordem Tributária (Cecor)  prenderam mais um suspeito de participar do esquema criminoso que teria desviado R$ 26 milhões do Banco do Brasil. O empresário, dono de uma firma de cobrança foi detido nesta sexta-feira (10/05/2019), na cidade de Rondonópolis, em Mato Grosso.

A operação Crédito Viciado cumpriu 17 mandados de prisão temporária e 28 de busca e apreensão na manhã de quinta-feira (09/05/2019). As ações ocorreram no Distrito Federal e em oito estados. o esquema fraudulento envolvia ex-servidores do Banco do Brasil, além de funcionários de 11 empresas especializadas na cobrança de dívidas bancárias.

 

 

Deixe uma resposta