São Paulo, 13 – O secretário da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina, Ricardo de Gouvêa, avalia que o agronegócio entra em 2019 com boas perspectivas de crescimento. “Esperamos retomar a credibilidade do agronegócio brasileiro junto a alguns países e até blocos de países, como é o caso da União Europeia. Além disso, esperamos ampliar nossos mercados, investindo em novos parceiros comerciais”, disse, em nota.

Santa Catarina é o maior produtor de suínos do Brasil e o segundo maior produtor de carne de frango.

A carne de frango é o principal produto da pauta de exportações do Estado. Em janeiro, a receita com as vendas externas do produto cresceu 4,8% ante igual mês de 2018, para US$ 125,7 milhões, com 72,8 mil toneladas embarcadas (+4,6%).

Os principais mercados foram Japão, Arábia Saudita e China. “O faturamento com os embarques para Arábia Saudita aumentou em 29,8% e para a China aumentou 52,3% em relação ao mesmo mês de 2018”, disse a Secretaria.

De carne suína, a exportação somou 25,5 mil toneladas, aumento de 2,1% em relação ao mesmo período de 2018. As exportações de carne suína geraram receita de US$ 47,1 milhões.

Os principais mercados para o produto catarinense foram China, Chile e Hong Kong. “A China passa por um momento delicado na produção de suínos, com a população de animais sendo dizimada pela peste suína africana. Isso deve ter reflexos nas exportações catarinenses”, acredita Gouvêa.

O post Secretário prevê crescimento das exportações de carne em 2019 em SC apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Deixe uma resposta