O CANAL – No O Canal você confere tudo sobre audiência da TV, famosos, resumos de novelas, música, cinema & séries e notícias da TV.

Mário Teixeira: Autor de O Tempo Não Para está reescrevendo minissérie. (Foto: Rede Globo/Divulgação)

O núcleo de dramaturgia da Rede Globo tem passado por cada vez mais ajustes em suas produções.

A história real de Aracy Moebius, esposa de Guimarães Rosa que ajudou milhares de judeus a escaparem do holocausto durante a Segunda Guerra Mundial, será adaptada pela série Anjo de Hamburgo, que tinha estreia prevista para 2019.

Contudo, a produção foi adiada para 2020 e agora, os motivos começam a aparecer.

De acordo com o que foi apurado por O Canal com fontes sigilosas dentro do fórum de dramaturgia da emissora, o motivo do adiamento partiu de uma reprovação da Sony (parceira da Globo na produção da obra e que cuidará do mercado internacional da mesma) quando recebeu os primeiros roteiros da série.

Segundo fontes, o roteiro desagradou pelo seu formato. “É novela, queremos série”, teriam ditos os produtores da Sony.

Com a negativa e a história reprovada, caberia ao autor Mário Teixeira reescrever os capítulos para adequá-los ao formato esperado. Contudo, à época da reprovação, o autor ainda estava a frente de O Tempo Não Para e não teria como acumular as duas funções.

Agora, com o fim da novela das 19h, Mário está debruçado sobre os episódios de forma a ajustá-los ao gosto da cúpula da Globo e da Sony, mas a série só deve ir mesmo ao ar em 2020.

Até segunda ordem, caberá a Sophie Charlotte interpretar Aracy, o papel-título da série e a Mateus Solano, o papel de Guimarães Rosa.

Vale lembrar que protagonizar Anjo de Hamburgo foi o que levou Sophie a sair da segunda temporada de Ilha de Ferro, antes do adiamento da produção de Mário Teixeira.

O post Sony reprovou roteiro de série em parceria com a Globo; autor vai reescrever apareceu primeiro em O CANAL.

Deixe uma resposta