O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), pode determinar revisão do valor inicial proposto às famílias das vítimas do ataque de Suzano (SP), ocorrido na última quarta-feira (13/3). Ele havia sugerido indenizações de R$ 100 mil, soma criticada por especialistas, que a consideraram muito baixa. Por outro lado, argumenta-se que o acordo pouparia as famílias de longos e custosos processos na Justiça.

De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, se a revisão de fato acontecer, deverá levar em consideração a expectativa de vida de cada uma das vítimas para se determinar o novo valor. Entre os mortos estão cinco adolescentes, com idades entre 15 e 17 anos, a coordenadora da escola, que tinha 59 anos, e uma funcionária da instituição, de 38 anos.

Deixe uma resposta