Quarto dos cinco filhos do presidente eleito, Jair Bolsonaro, Jair Renan, de 19 anos, participou da sessão solene do Congresso Nacional em comemoração aos 30 anos da Constituição Federal. Apesar do terno azul-claro e dos cerca de 1,90 de altura, ele fez de tudo para não chamar a atenção. Acanhado, o rapaz tentou ao máximo a discrição no evento.

O Metrópoles questionou o jovem sobre ser filho do próximo presidente da República. Sem muito traquejo, Jair Renan limitou-se a dizer que estava “bem feliz”. Em seguida, guardou-se em meio à proteção dos seguranças e assessores do pai.

O comportamento de Jair Renan destoa dos irmãos mais velhos que estão na política. Flávio, eleito senador, e Eduardo, reeleito deputado federal com a maior votação da história do país, circulavam com desenvoltura entre políticos e convidados da cerimônia.

Segundo filho do futuro presidente, Carlos, vereador do Rio de Janeiro, não veio a a Brasília participar da sessão. A caçula de Jair Bolsonaro, Laura, não acompanha o pai em eventos públicos.

Na comemoração dos 30 anos da Constituição, Jair Bolsonaro afirmou que o cumprimento dos preceitos da Carta Magna é o “norte” de uma democracia. “Na topografia, existem três nortes, o da quadrícula, o verdadeiro e o magnético. Na democracia, só um norte, é o da nossa Constituição”, afirmou, ao lado de autoridades dos Três Poderes, como o presidente Michel Temer.

Deixe uma resposta