O CANAL – No O Canal você confere tudo sobre audiência da TV, famosos, resumos de novelas, música, cinema & séries e notícias da TV.

Em entrevista para o canal de Ricardo Pierocini no YouTube, o Pretexto, Tony Ramos revelou um pouco mais sobre sua vida pessoal e profissional na Globo. (Foto: Reprodução/Gshow)

Em entrevista para o canal de Ricardo Pierocini no YouTube, o Pretexto, Tony Ramos revelou um pouco mais sobre sua vida pessoal e profissional na Globo. (Foto: Reprodução/Gshow)

Tony Ramos foi o convidado especial para dar uma entrevista ao Pretexto, canal de Ricardo Pierocini no YouTube, onde conversam sobre o amor às palavras, mas também sobre alguns desejos e acontecimentos da vida pessoal do ator da Globo, que atualmente faz parte do elenco de O Sétimo Guardião, novela das nove escrita por Aguinaldo Silva.

O artista contou, por exemplo, que sempre faz questão de ligar para alguns amigos atores e dar-lhes os devidos cumprimentos por seus desempenhos. “Tony, eu já ouvi você comentando que quando você assiste uma cena de um colega, você liga para elogiar… Qual foi a última ligação que você fez? Pra quem foi?”, perguntou Ricardo Pierocini.

“Eu fiz para o Dennis Carvalho, cumprimentando-o pelo sucesso de Segundo Sol, principalmente no momento [no qual a novela estava no ar]”, iniciou Tony Ramos. “Fui falar com a Adrina Esteves e com Vladimir Brichta, porque o trabalho dela é adorável, adorável o trabalho dessa grande atriz”, admirou o ator.

“Eu sou assim, não machuca não. Se eu gosto da cena, ligo tarde da noite as vezes… Não me contive, liguei. Eu gosto de fazer isso”, concluiu o assunto, mas não sem antes dizer que também fez o mesmo com Ary Fontoura, por Orgulho e Paixão e com Fernanda Montenegro, por O Outro Lado do Paraíso, entre outros.

Em outro momento falou sobre sua presença em redes sociais. “Como eu não tenho rede social, Twitter, Instagram, Facebook, eu sempre alertei, [não sou eu]. É bom que saibam que não tenho mesmo, nunca tive”, declarou. “Sou contra? Não. [Só] não é meio feitio. Eu não vou ficar me fotografando, falando… Pá [simulou o barulho de uma foto], olha que prato bonito… Acho engraçado quem faz, mas não é minha praia”, disse Tony Ramos.

Na Globo

Tony Ramos também revelou que já pensou em ser um diretor de TV da Globo e que chegou a passar meses na BBC de Londres e 40 dias na Cinecittá, da Itália, para conhecer melhor os bastidores do assunto. “Eu estudei muito televisão. Em 1981, eu estava na BBC… Fiquei com minha família fora do país seis meses, estudando televisão”.

“Eu nunca me vi como autor, honestamente. Como diretor já fui ‘cutucado’ diversas vezes, não vou mentir. Fiquei tentado várias vezes a dirigir, mas depois vi que gosto é de atuar e, quando eu mergulho no universo da atuação, eu vivo para aquilo”, disse Tony Ramos, que explicou que não leva os personagens para a casa: “Só que eu não vivia a personagem. Ela fica ali na roupa, no camarim. Eu gosto é disso, dessa distância crítica de observação”.

Em outro momento, Tony Ramos disse também que é fã das atuações de Fábio Assunção, Wagner Moura, Chay Suede e Emílio Dantas — os quais seriam suas opções para interpretá-lo em algum trabalho.

Confira a entrevista completa com Tony Ramos:

O post Tony Ramos comenta sobre desejo de virar diretor de televisão apareceu primeiro em O CANAL.

Deixe uma resposta