A cerimônia do Grammy 2019 nem começou e a produção já arrumou confusão com uma das maiores cantoras pop da atualidade: Ariana Grande. A artista cancelou a participação no show – não vai sequer comparecer à cerimônia. Em entrevista à Associated Press, o produtor da festa Ken Ehrlich afirmou que a jovem “sentiu que era tarde demais para organizar uma apresentação”.

Diante da notícia, Grande reagiu com alguns tuítes. “Eu estava quieta, mas agora você está contando mentiras sobre mim. Eu consigo organizar uma apresentação da noite para o dia e você sabe, Ken. Foi quando minha criatividade e auto-expressão foram tolhidas por você que decidi não comparecer”, escreveu.

Grande teria pedido para apresentar 7 Rings, seu novo single, com o que a organização teria concordado, desde que ela fizesse um medley com outras músicas que eles escolhessem. A cantora afirmou que ofereceu outras três canções como alternativa, que não foram aceitas por Ehrlich.

“Isso é sobre colaboração, sobre ser apoiada. É sobre arte e honestidade. Não é sobre política, não é sobre fazer favores ou joguinhos. É só um jogo, pessoal… e eu sinto muito, mas música para mim não é isso”, concluiu a artista, que concorre ao prêmio de Melhor Álbum de Pop por seu último lançamento, Sweetener.

Kevin Mazur/Getty Images for Billboard

Ariana Grande posa para selfie com Alicia Keys, que vai apresentar esta edição do Grammy

Sem Lamar ou Drake

Ariana Grande não é a única indicada da noite que se recusou a se apresentar. Drake, Kendrick Lamar e Childish Gambino, três cantores que produziram grandes trabalhos em 2018 – e concorrem a estatuetas – também passaram a oportunidade de cantar algo no palco do Grammy. O trio, aliás, sequer confirmou presença na festa.

Taylor Swift estará em Londres neste domingo (10/2) e também já avisou que não poderá comparecer à festa. Entre as performances confirmadas, estão Lady Gaga, Cardi B, Camila Cabello, Brandi Carlile, Dua Lipa, Post Malone, Shawn Mendes, Janelle Monae e Kacey Musgraves

Deixe uma resposta