A 2ª Vara do Trabalho de Franca (SP) condenou os réus Anderson Barbosa e Hudson Barbosa da Silva por tráfico internacional de pessoas e por manter trabalhadores transexuais em regime de servidão por dívida. A sentença impõe aos acusados multas e indenizações que atingem o montante de R$ 1.755.872,65.

Deste total, R$ 1.255.872,65 devem ser destinados em favor de 13 vítimas, a título de danos morais individuais e verbas trabalhistas, e R$ 500 mil a título de danos morais coletivos. As informações foram divulgadas pelo Ministério Público do Trabalho – Processo nº 0011474-62.2018.5.15.0076. Cabe recurso ao Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região.

Deixe uma resposta